602 mil brasileiros querem hackear o Face

Paulo Brito
08/09/2019
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Optimized by JPEGmini 3.14.2.84235 0x42e931b2

Uma multidão de brasileiros está fazendo bucas na internet para descobrir como invadir contas do Facebook, do Twitter e do Whatsapp. Os números foram levantados pela SEMRush, uma plataforma de marketing digital que apurou o interesse dos brasileiros em descobrir por meio do Google e do Bing como é possível hackear contas em redes sociais. Além disso, é grande o interesse por informações que transformem um cidadão comum num hacker: a expressão “como ser hacker” foi pesquisada pelo menos 67 mil vezes entre janeiro e julho deste ano.

A maior quantidade de buscas, no entanto, está nas redes de Mark Zuckerberg: o SEMRush registrou 602 mil buscas da expressão “como hackear o Facebook”. O alvo seguinte nas buscas é o aplicativo de mensagens Whatsapp, com 210 mil buscas sobre como é possível hackear a plataforma. Logo atrás, está a procura por “como hackear o Instagram”, digitada 193 mil vezes, nos sete primeiros meses do ano.

Mesmo o Brasil sendo o segundo país com maior número de usuários no mundo na rede social, a pesquisa por “como hackear Twitter” foi realizada 7,4 mil vezes, número muito menor que as outras redes e proporcionalmente pouco para uma rede tão cheia de brasileiros. Outra busca importante foi de “como hackear Netflix”: nada menos do que 10 mil buscas.

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest