227.353 cartões de brasileiros à venda na dark web

Pesquisadores da empresa NordVPN analisaram os detalhes de 4 milhões de cartões de pagamento encontrados para venda na dark web
Da Redação
01/12/2021
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

Pesquisadores da empresa de segurança NordVPN analisaram os detalhes de 4 milhões de cartões de pagamento encontrados para venda na dark web e com eles obtiveram muitas informações relevantes. Para os brasileiros, a mais importante é que estão à venda 227.353 cartões com numeração para os emitidos no Brasil. E são baratos: em média um cartão custa dez dólares.

O relatório da empresa diz que “os pesquisadores descobriram montanhas de dados na dark web que nos ajudaram a mapear o escopo estatístico da invasão de detalhes de cartões de pagamento on-line. Os registros revelaram quais tipos de detalhes de cartões são mais vendidos em diferentes países e o custo médio dos dados de cartões de diferentes países. Isso nos permitiu atribuir índices de risco a cada país coberto pelos dados”.

Os números obtidos identificaram os seguintes tipos de cartões brasileiros:

  • Crédito: 212.702
  • Débito: 11.807
  • Desconhecido: 1972

Cartões de crédito:

  • Mastercard: 131.931
  • VISA: 76.746
  • Elo: 4.025

Cartões de débito:

  • Mastercard: 5.943
  • Visa: 2.533
  • Hipercard: 1.986
  • Elo: 218
  • Maestro: 1.127

Cartões VISA:

  • Platinum: 17.964
  • Gold: 6.129
  • Classic: 20.393

Cartões Mastercard:

  • Gold: 17.742
  • Standard: 24.937
  • Indefinidos: 48.225

Cartões ELO:

  • Rewards: 2.856
  • Simples: 1.023
  • Indefinidos: 2.178

Cartões Maestro:

  • Simples: 783
  • Electron: 141
  • Indefinidos: 202

Veja isso
Vazamento de registros de cartões roubados expõe dados de brasileiros
Fabricante de leitoras de cartão PAX é investigada

De acordo com o relatório da NordVPN, a grande parte dos cartões furtados vem dos Estados Unidos: eles são 1,5 milhão de cartões num total de 4,5 milhões de cartões de pagamento encontrados para venda. O segundo país mais afetado foi a Austrália, com 420.000 cartões descobertos para venda na dark web.

Outras descobertas dos pesquisadores:

  • Em média, os dados de um cartão de pagamento hackeado custam menos de US$ 10, e os hackers têm milhões deles prontos para vender;
  • Os cartões Visa foram os mais comuns, seguidos por Mastercard e American Express.
  • Os cartões de débito foram mais comuns do que os cartões de crédito nos mercados pesquisados. Cartões de débito hackeados colocam suas vítimas em maior risco porque tende a existirem menos proteções para o débito.
  • Os pesquisadores encontraram 1.561.739 conjuntos de detalhes de cartões à venda na dark web dos Estados Unidos durante a pesquisa (dados pessoais ou sensíveis). Havia muito mais do que de qualquer outro lugar. Mas isso não significa necessariamente que as pessoas nos Estados Unidos correm mais risco. A Turquia, por exemplo, tinha menos da metade dos cartões per capita dos EUA, mas a alta proporção de cartões não reembolsáveis ​​dá à Turquia um Índice de risco mais alto;
  • O índice de risco é baseado em um cartão por pessoa, portanto, quanto mais cartões você tiver, maior será a probabilidade de um deles ser hackeado. Isso é particularmente um problema nos Estados Unidos, onde há mais cartões em circulação por pessoa, mas também é algo que os europeus precisam estar cientes.

A NordVPN é um provedor de serviços de rede privada virtual com 14 milhões de usuários em todo o mundo.

Com informações da assessoria de imprensa

Compartilhar:

Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest

ATENÇÃO: INCLUA [email protected] NOS CONTATOS DE EMAIL

(para a newsletter não cair no SPAM)