Pesquisa mostra fragilidades de segurança em redes sociais

vulnerabilidades-redes-sociaisPesquisa realizada pela Blue Coat, de origem norte-americana e especializada em segurança e forte presença no Brasil, em parceria com outra empresa do grupo, a Solera Networks, sobre “A segurança nas redes sociais”, aponta que 80% dos usuários do mundo de redes sociais como Facebook, Twitter, Google+, Reddit, entre outras, não usam os protocolos de descriptografia padrão para proteger informações confidenciais contra “hackers”. O estudo, desenvolvido no período de 2009 a 2013 e divulgado, mundialmente, neste mês de janeiro, mostra, também, que 90% das páginas na web não solicitam um nome completo ou data de nascimento para acesso e, ainda, 71% se reservam o direito, em suas políticas de privacidade, de compartilhar dados de seus usuários com terceiros.

O universo pesquisado foram às redes de maior acesso no mundo, como Facebook, Twitter, Google+, Reddit, Stumble Upon com o objetivo de identificar os principais riscos e ameaças que o usuário enfrenta em sua exposição e comunicação por meio dessas redes.

De acordo com o estudo, as pequenas e médias empresas também têm apresentado falhas em suas políticas do uso da internet e destaca que 87% delas não dispõem de políticas estruturadas e formais para acesso às redes e 70% ainda não estabeleceram políticas internas para a interação de seus funcionários por meio das mídias sociais.

Marcos Oliveira, country manager da Blue Coat no Brasil, destaca outros pontos relevantes da pesquisa. Ela inúmera, também, as 10 piores ameaças encontradas nestas redes como: vírus, phishing, tróias, furto de Informação, abreviação de links, botnets, ameaças avançadas persistentes, cruzamento de páginas na rede para falsificação de pedidos, impostores e excesso de confiança por parte do usuário. “O mundo digital ainda se encontra muito vulnerável às ameaças, ataques e riscos. Adotar políticas preventivas é o melhor caminho para minimizar as ações dos criminosos digitais”, ressalta o executivo da Blue Coat.

Compartilhe
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp