busca twitter linkedin facebook fale anuncie blogs eventos categorias home headlines instagram home apex chemicals

Colaboração é fundamental ante ameaças avançadas

O segredo para evitar o próximo ataque cibernético pode estar no conhecimento que as pessoas já possuem ou nos processos e nas tecnologias que as organizações já têm. Foi lançada pela Intel Security, uma pesquisa realizada com 565 responsáveis por decisões de segurança nos Estados Unidos, Reino Unido, região Ásia-Pacífico, Alemanha e França, a qual revelou que as empresas acreditam que poderiam ser de 38% a 100% mais eficazes na preparação contra ataques se os seus funcionários e seus sistemas de gestão de ameaças e resposta a incidentes simplesmente cooperassem mais. Reunindo a força muitas vezes inexplorada da colaboração, as organizações podem melhorar a eficácia das suas operações de segurança e superar a escassez cada vez maior de profissionais qualificados de segurança cibernética.

 

De acordo com a pesquisa, a melhoria da colaboração entre os analistas do centro de Operações de Segurança, a equipe responsável por resposta a incidentes e os administradores de endpoints podem melhorar a eficácia da resposta a incidentes em até 38%, em média. Em todas as organizações, utilizam-se em média quatro produtos diferentes para investigar e encerrar um incidente. Até 20% das empresas indicam que utilizam entre 6 e 15 produtos para realizar essa atividade.

Entre as pessoas entrevistadas, 28% deram prioridade à automação dos processos para liberar os funcionários para outras tarefas relacionadas à segurança.  Quase a metade das empresas que implementam o ATIM (programas de gestão de incidentes e ameaças avançadas) aceleram a descoberta/detecção, diminuem o tempo da detecção até a contenção e também o tempo da contenção até a correção.

 

O relatório está no link www.mcafee.com/collaboration 

 

Ciso_logo_75porcento